Arrepio Produções
iTSITES Tecnologia
FacebookTwitterYouTube

Resenhas

Resenha: Heavenless "Whocantbenamed" [2017]

Quinta-feira | 2 de fevereiro de 2017
por Sidney Santos

Heavenless, nascida na cidade de Mossoró-RN, formada no final do ano de 2015 por Kalyl Werewolf Lamarc (vocal e baixo), Vicente “MadButcher” (bateria) e Vinicius “Carcará” Martins (guitarra). Esse poderoso power trio Mossoroense, pratica um death/thrash metal muito bem executado e com fortes influências de bandas como Pantera, Sepultura, Slayer e Claustrofobia. O nome da banda traduzido ao pé da letra significa “Sem Paraíso”, que é representado por esses caras como “Aquele que não vai para o céu” ou “Aquele que não tem paraíso”, essa galera carrega em suas músicas e em sua filosofia, a crítica explicita ao fanatismo religioso, trabalhando fortemente conceito “anti-religião”.

Em janeiro de 2017 a banda apresenta ao mundo o seu primeiro trabalho gravado em estúdio, “Whocantbenamed” foi produzido, mixado e masterizado por Cássio Zambotto, a arte da capa ficou a cargo do grande design Hugo Silva da Abacrombie Ink. A arte deste material mostra uma santa extremamente macabra no meio de uma floresta em noite de lua cheia, fortificando ainda mais, todo o conceito exposto nesta obra. A arte completa do material físico, que por sinal ficou perfeita, possui um encarte simples, sem muita frescura, mostrando um conteúdo completo, com quatro folhas muito bem-criadas e de fácil leitura.

“Whocantbenamed” é composto por 9 faixas, sendo elas Enter Hades, Hopeless, The Reclaim, Hatred, Soothsayer, Odium, Uncorrupted, Deceiver e Point-blank. Nesta data, Sidney Santos irá realizar a audição completa deste material, nos apresentando um pouco do que ele representa aos seus ouvidos e quais são as suas principais características. Como tradição, Sidney Santos irá nos mostrar com mais detalhes, as cinco primeiras músicas deste material e por fim, sua conclusão, então fique ligado e acompanhe na integra esta audição extremamente detalhada.

Acesse agora mesmo ao link: http://bit.ly/2kXN9gv e confira a resenha completa deste grande material.

 

Compartilhe

 

Outras Resenhas

Murder Worship
© 2009-2016 - Arrepio Produções - Patos de Minas - MG
FacebookTwitterFeed RSSE-mailYouTube