Arrepio Produções
iTSITES Tecnologia
FacebookTwitterYouTube

Resenhas

Resenha: Heavenless “ Who Can´t be Named”

Sexta-feira | 31 de março de 2017
por Romulo Carlos

 Heavenless “ Who Can´t be Named”

Nacional – Independente (2017)

 

 Heavenless é um trio, formado em 2012 em Mossoró,Rio Grande do Norte.Sua música trilha os caminhos do thrash/death com muita técnica e uma sonoridade bastante parecida com grandes nomes da música Brasileira como Sepultura das antigas e de nomes mais recentes como Claustrofobia. Na verdade,essa é apenas uma possibilidade de classificar o som dessa galera,porque as “puca-puca “ da bateria e o vocal vão muito além de meras influências.

Kalyl Lamarck(vocal e baixo) Vicente Andrade (bateria) e Vinícius Martins ( guitarra),formam o trio da Heavenless,Mais do que isso: Esse trio vem trazer o que existe de mais extremo feito por músicos experientes e com muito punch. O disco traz uma aurea bem carregada e trás características de  uma banda composta de músicos gabaritados e com  maturidade musical que pouco tenho visto,pode até ser meio clichê dizer isto,mas  “Who can´t be named” é o full- length  de estréia e já demonstra uma bagagem e muita segurança nas composições,arranjos e harmonia no conjunto da obra.

Durante a audição fica nítido que as variações melódicas não são constantes,visto que entre os destaques temos um meio termo com “ Hatred”,mas já na faixa seguinte o lance pesa mais e temos “Soothsayer”onde as paradas na bateria traz ainda mais peso e velocidade ,eta som do cramunhão. Na minha opinião “Uncorrupted” e“Deceiver” talvez defina melhor a banda: peso e riffs matadores que correspondem a nossa expectativa.

Gravado e masterizado por Cassio Zambotto e ilustrações de Hugo Silva, a estréia do trio  mossoroense ficou dentro daquilo que promete,fazendo barulho,mas com qualidade suficiente para ouvir todos os instrumentos, onde o som ficou redondinho,e isso é sensacional!

 

Músicas:

1 – Enter Hades

2 – Hopeless

3 – The Reclaim

4 – Hatred

5 – Soothsyer

6 – Odium

7 – Uncorrupted

8 – Deceiver

9 – Point – Blank

 

Artista: Heavenless

Local de Origem: Mossoró  - Rio Grande Do Norte - Brasil

Disco/Lançamento: “Who can´t be named” – Janeiro de 2017

Duração/Formato: CD – 38 minutos e 58 segundos

 

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

 

 

Contato: klamarck@gmail.com

 

Links Relacionados:

https://www.facebook.com/heavenless666

Assessoria de Imprensa: http://roadie-metal.com/

Compartilhe

 

Outras Resenhas

Murder Worship
© 2009-2016 - Arrepio Produções - Patos de Minas - MG
FacebookTwitterFeed RSSE-mailYouTube