Arrepio Produções
FacebookInstagramWhatsAppTwitterYouTube

Resenhas

Tormenta: ‘Batismo da Dor’ (CD)

Segunda-feira | 15 de abril de 2019
por

Compartilhe

Nacional - Independente (2019)

Formada no final dos anos 90 (Mais precisamente em 1998) , a TORMENTA lançou seu primeiro EP homonimo em meados de 2006. Entre  (2002-2005 e 2008-2010) a banda ficou inativa.

Agora em 2019 a banda vem com tudo e lança "Batismo da Dor" seu primeiro álbum completo. Lançado na versão física  de luxo em digipack e também na versão digital o disco tem 10 faixas. Destas, "O Mal Necessário" é um cover,versão da banda para a canção de Mauro Kwitko conhecida pela interpretação de Ney Matogrosso lançada no álbum ‘Feitiço’, de 1978.

Tracklist:

1. Cumulusnimbus
2. Batismo da dor
3. Escravo da Ilusão
4. Reféns do Medo
5. Em Nome de Deus
6. Dono da Verdade
7. Antaŭŝtorm’
8. A Noite Espessa
9. Perseverança
10. Mal Necessário

 

Para quem ainda não conhece a banda o quarteto tem como seu principal estilo o thrash metal,mas não fica só nisso não,eles vão adiante e surgem com as variantes mais tranquilas no heavy metal e uma pegada no hardcore.

Lembrando que todas as faixas são cantadas em português,tem uma variação de ritmo,algumas quebradas e levadas mais cadenciadas e algumas passagens instrumentais. O encarte,muito bem feito por sinal,contém foto da banda e vem com todas as letras; o que ajuda muito na hora de ouvir as canções.

O disco abre com uma faixa bem harmoniosa “Cululonimbus”. Na squencia podemos notar nos primeiros acordes que vem porrada na orelha. Dito e feito, Batismo da Dor é uma faixa muito boa e tem uma pegada thrash cheia de técnica.

Escravo da Ilusão: tem uma pegada de bateria,meu irmão que foda!. Além de ser uma das (acho que a mais rápida) faixas do disco com uns riffs incríveis vem no fundo uma narração que ficou bem legal,sem atrapalhar o andamento ou tirar a concentração da parte instrumental.

Réfens do Medo: é outra marretada . O vocal rasgado  de Rogener bota a faixa lá no alto e completa a pancadaria com um excelente trabalho de Luis F. na bateria.

Peso é algo que a Tormenta entende bem. Em ''Em Nome de Deus",vem sem aquele ranço panfletário e coloca o trabalho das duas guitarras pra completar o ciclo do disco com muita técnica e thrash barulhento ,rápido e bem feito.

As duas faixas seguintes: Dono da Verdade e Antaustorm são instrumentais e quebra um pouco a sequencia brutal,mas com harmonia e passagens bem elaboradas.

A Noite Espessa: tem um clima tenso e com melodias,trazendo um equilíbrio no disco. Já em Perseverança a parte e o peso são mais cadenciados mas não tira o mérito da excelente abordagem e da letra redondinha e bem feita. Completando o disco a cover Mal Necessário tem uma carga emocional muito forte e a banda soube colocar elementos e encaixar bem os instrumentos e vocais para  que a mesma não perdesse as características originais,tudo isso na visão da banda. Eu particularmente gostei muito do disco,ele nos remeteao thrash oitentista,bom e gostoso de ouvir. Parabéns a banda pelo excelente trabalho apresentado.

‘Batismo da Dor’ foi gravado no estúdio Under Studio, em Ribeirão Preto, interior paulista, o encarregado pela produção foi Romulo Ramazini, que também cuidou do processo de mixagem e masterização. A arte da capa é uma fotografia do escultor italiano Enrico Ferrarini.

 

Formação da Tormenta:

Rogener Paninski – vocal/guitarra

Flavio Santana – guitarra

Fernando Henriques – baixo

Luis Fregonezi – bateria

Foto de Marcos Weiske

 

Links Relacionados:

E-mail: [email protected]
Site: http://www.tormentametal.com
Facebook: https://www.facebook.com/tormentametal
Metal Media: http://www.metalmedia.com.br/tormenta

 

 

Outras Resenhas

© 2009-2019 - Arrepio Produções - Patos de Minas - MG
itsit.es