Arrepio Produções
FacebookInstagramWhatsAppTwitterYouTube

Resenhas

UGANGA: "SERVUS" (CD - 2019)

Sábado | 25 de maio de 2019
por Romulo Carlos

Compartilhe

O Sexteto mais famoso do triangulo mineiro está de volta com mais um lançamento de peso: "Servus",o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro vem com o mesmo número de faixas dos discos anteriores,além da intro,mais 11 faixas e um cover da banda Lobotomia.

Formada no Triângulo Mineiro e com 25 anos de estrada,seu primeiro registro de estúdio "Atitude Lótus",lançado em 2003 já mostrava a ousadia da banda e faixas com uma qualidade acima da média, um som pesado/cadenciado, feito com muita técnica e riffs bastante generosos.

Para inicio de leitura eu tenho que reconhecer que Servus não é um disco fácil. No primeiro momento  eu fiquei meio ressabiado com as mudanças e algumas ousadias provocadas pela banda. Participações de alto nível,faixas com mudanças de andamento,mais cadenciadas e com uma leitura que não é  característica da banda,entonações,divagações,poesia,uma sonoridade um pouco estranha mas com vigor e temáticas que sempre vão de encontro com a Sinergia do grupo.

Logo na intro "Anno Domini" e a primeira faixa que dá título ao disco sentimos a vibração positiva que vem adiante. Uma das maiores qualidades da Banda é a temática da responsabilidade social,a preocupação com o ser humano e suas agruras e defeitos. Tudo é bem calibrado, até mesmo em faixas mais calmas como "Abismo' e "Down", onde reverbera a calmaria e as frases quase faladas, ou então em uma faixa cantada em duas línguas "Hienas",mais porrada e com uma mistura onde o vocal e os backings vão de encontro com a excelente base das cordas e dos pratos de Marco.

E não pense que política/contestação são rio fora da curva no thrashcore produzido pela UGANGA. Pra eles, o buraco é mais embaixo e toda a carga de protesto continua sendo despejada via Manu Joker que está com o vocal cristalino e bota pra fuder,que o diga a letra de "7 dedos",onde eles colocam o dedo na ferida sem medo de ficar em cima do muro.

Para aqueles que pensavam que eles abandonariam as influências do punk rock se enganaram, depois da porradaria de "Couro Cru", presente no DVD Manifesto Cerrado (2017), tem uma faixa um pouco cadenciada chamada "Imerso",depois vem a cover da banda de Punk/Hardcore Lobotomia,( do disco de estreia "Só os Mortos não reclamam" de 1986). Olha,fiquei muito feliz em ouvir essa faixa porque a pegada e os instrumentais ficaram dentro daquilo que a gente espera,com muita garra,palhetas rápidas e um vocal muito bom mesmo!

A surpresa maior do disco vem com as 3 faixas que encerram o disco:

"Fim de Festa"- com uma pegada thrascore e uma cozinha bem executada,as faixas que seguem tem uma guinada para o lado mais criativo e inspirador da banda.

Participações especiais de Flaira Ferro(dançarina e cantora pernambucana),Luiz Salgado,que divide o vocal com Manu Joker na faixa E.L.A . A  introdução do sax (Marco Melo), uma vocalização de rap e scratches,,DJ Eremita e Fabio Marreco,além do espiritualista S.r. Waldir (na faixa Depois de Hoje).

Toda essa movimentação e diversidade,deixaram pista de que a banda pode nos surpreender novamente nos próximos lançamentos.

O disco  foi lançado em formato físico e digital,contou com recursos do programa Wacken Foundation (organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air ) e do (PMIC), Programa Municipal de Incentivo á Cultura de Uberlândia/M.G.

Gravado no estúdio Rocklab(Goiânia/GO), produzido,mixado e masterizado por Manu Joker e Gustavo Vasques.A arte da capa feita pelo artista Wendell Araújo(Ratos de Porão,Cólera), o disco vem em digipack duplo e o encarte com 16 páginas,possui todas as letras e algumas fotos,além da ficha técnica completa,um primor.

Com aproximadamente 52 minutos "Servus" se encaixa em um disco ousado, maduro,e versátil.

Na minha modesta opinião o disco está entre os melhores lançamentos do ano!

Assista o videoclipe da faixa título no Youtube:

https://www.youtube.com/watch?v=MtUKn9Am83w

 

Banda:

Manu Joker (voz)
Christian (guitarra)
Thiago (guitarra)
Murcego (guitarra e voz)
Ras (baixo e vocal)
Marco (bateria)

A imagem pode conter: 6 pessoas, barba e atividades ao ar livre

 

Faixas do Disco:

Anno Domini (Intro),

 Servus

 Medo

 O Abismo

 Dawn

 Imerso

 7 Dedos

 Couro Cru

 Hienas

 Lobotomia

 Fim de Festa

 E.L.A.

 Depois de Hoje

 

Mais Informações:

Site:http://www.uganga.com.br

Facebook:www.facebook.com/ugangaband

 Youtube:www.youtube.com/ugangamg

Twitter:www.twitter.com/uganga

Instagram: www.instagram.com/uganga

 Wacken:www.wacken-foundation.com

Assessoria de Imprensa: http://somdodarma.com.br/pt/artistas/uganga/

 

Outras Resenhas

© 2009-2019 - Arrepio Produções - Patos de Minas - MG
itsit.es